domingo, julho 14

VEREADOR WANDERLEY MENDES É O NOME ESCOLHIDO A VICE PREFEITO PARA COMPOR A CHAPA DE DR. GLEIDSON BENEVIDES!

 


O nome do vereador Wanderley Mendes foi o escolhido para compor a chapa de vice prefeito com o doutor Gleidson Benevides. Com isso nosso grupo político está de parabéns, é uma boa escolha.

 Todo o grupo  que faz a base governista, sabe muito bem quem é a pessoa de  Wanderley Mendes,  de um bom  diálogo  de serviço prestado e um conhecedor das palavras.

 Quem sabe conduzir uma eleição com sua simplicidade, é um apaixonado por Carnaubais. Dizendo isso,  nossa gente vai sentir e ver dois filhos legítimos  do nosso torrão acolhedor.

        

sábado, julho 13

ANP alega ‘déficit de servidores’ e adia divulgação do preço médio dos combustíveis no País

 

Foto: Tiago Queiroz / Estadão

A Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) não divulgou o preço médio dos combustíveis (gasolina, etanol, diesel, GLP e GNV) desta semana no País alegando falta de servidores. Em regra, os números são divulgados às sextas-feiras no início da noite, com exceção de semanas com feriados.

Desta vez era esperado aumento relevante nos preços médios da gasolina nas bombas e do botijão de 13 quilos de gás de cozinha (GLP) devido a aumentos praticados pela Petrobras nas refinarias.

Em mensagem na página de internet que hospeda o Levantamento de Preços de Combustíveis (LPC), a autarquia cita “déficit de servidores na ANP e da necessidade de auditoria dos dados da pesquisa”, ao dizer que os resultados desta semana, referente ao período entre 7 e 13 de julho, só serão divulgados na próxima quarta-feira, 17.

Além do adiamento da pesquisa, a ANP informa em seu site que o corte orçamentário imposto à autarquia afetou o levantamento, com redução do tamanho amostral de 43%, o que se reflete agora nas sondagens realizadas no mês de julho.

O litro da gasolina da Petrobras teve alta de 7,11% (R$ 0,20), chegando a R$ 3,01 para os distribuidores. Segundo consultorias especializadas, esse reajuste tende a levar a aumentos da ordem de 2% a 3% no preço do produto cobrado nos postos de gasolina, com o repasse se espalhando também para as semanas seguintes, em função da dinâmica de estoques do varejo.

Na semana anterior, até 6 de julho, o preço médio da gasolina comum foi de R$ 5,85. Nesse preço, para além dos preços da Petrobras, entram impostos, peso do etanol anidro (27,5% da mistura por lei), outros custos e margem de lucro.

Já no caso do GLP, o aumento da Petrobras foi de 9,6% (R$ 3,10), levando o preço do botijão de 13 kg acessado aos distribuidores para R$ 34,70. Isso também impacta o consumidor final que, na semana até 30 de junho, pagou R$ 100,85 em média pelo produto.

Estadão Conteúdo

A quatro meses do Enem, professor dá dicas para redação nota 1000

 

A quatro meses do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), marcado para acontecer em novembro, ainda há tempo suficiente para preparar-se adequadamente e garantir um bom desempenho, na prova de redação. O texto exigido no Enem não só requer um bom domínio da língua portuguesa, mas também a capacidade de argumentar de forma coerente e apresentar soluções viáveis para problemas sociais.

A redação do Enem pode ser motivo de ansiedade e preocupação para muitos estudantes, mas com a orientação correta é possível alcançar até mesmo a sonhada nota 1000, que será decisiva para ingressar nas principais instituições de ensino do País. O professor de redação Sérgio Lima diz que o exame exige um texto de estrutura dissertativa-argumentativa.

“O aluno deve priorizar a capacidade de refletir, discutir sobre um determinado tema e principalmente o problema que envolve esse tema, e assim expor a sua opinião, defendendo o seu ponto de vista. O aluno deve priorizar a estrutura do texto”, orienta Lima.

Os candidatos devem estar atentos aos acontecimentos relevantes para estimular o desenvolvimento de um repertório sociocultural e construir argumentos sólidos. “O aluno tem que ler textos não literários, jornalísticos e literários. Dessa forma, o estudante vai ter a capacidade de relacionar as ideias, principalmente usando a estratégia argumentativa da analogia”, pontua o professor. Priorizar a capacidade de refletir é outra dica importante, diz Sérgio. “Só o repertório não é suficiente, é preciso construir argumentos sólidos”, completa.

Com quatro meses até o Enem, é importante organizar o tempo de estudo de forma eficiente. Sérgio Lima diz que para estar afiado na única questão discursiva do exame, a prática é indispensável. “Semanalmente é recomendável separar duas horas e meia para estudar não só a teoria, mas a aplicação dessa teoria, ou seja, a prática da redação, até que ele consiga ter proficiência nessa área”, complementa.

Outro aspecto desafiador para os candidatos é o tema da redação. Mas Sérgio Lima, que também é mestre em argumentação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), destaca que é mais importante que o aluno se concentre em aprender a fazer uma redação concisa, independentemente do tema, do que dominar detalhes sobre o assunto proposto.

Mesmo assim, a dica é ficar atento às discussões sociais do País. “Geralmente, a prova trabalha com questões sociais, como direitos previstos no artigo 6 da Constituição. Vários deles já caíram, como a questão dos direitos da mulher, igualdade, trabalho, direitos do idoso. Alguns não caíram ainda, como mobilidade urbana, moradias irregulares, então podemos focar nas questões que envolvem os problemas sociais”, afirma.

O professor Sérgio Lima está disponível para contato nas redes sociais, por meio do perfil no Instagram @prof.sergiolima.

Boletim aponta sete pontos impróprios para banho na Grande Natal; veja quais são



Foto: Magnus Nascimento

O boletim da balneabilidade nº 28/2024, divulgado pelo Idema, aponta que sete trechos de praias e rios da Grande Natal estão impróprios para banho neste fim de semana. Os pontos são distribuídos entre Natal, Parnamirim e Nísia Floresta.

Os locais contraindicados para banho em Natal são:  Areia Preta (Escadaria de Mãe Luiza) e Redinha (Rio Potengi e Igreja).

Já em Parnamirim, os trechos identificados foram Rio Pirangi (Ponte Nova), Pirangi do Norte (Apurn) e Rio Pirangi-Pium (Balneário Pium).

A foz do Rio Pirangi foi o ponto listado em Nísia Floresta.

Ao todo, foram coletadas 33 amostras de água em pontos distribuídos na faixa costeira dos municípios de Extremoz, Natal, Parnamirim e Nísia Floresta na última quinta-feira (11). A base dos dados analisa a quantidade de coliformes termotolerantes encontrados nas águas. A classificação tem por base as normas estabelecidas na Resolução n.º 274/2000 do Conselho Nacional do Meio Ambiente – CONAMA.

O estudo é uma parceria entre o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) e a Fundação de Apoio à Educação e ao Desenvolvimento Tecnológico do RN (FUNCERN), e faz parte do Programa Água Azul.

As informações completas do boletim estão disponíveis em: idema.rn.gov.br.

Dunga, ex-técnico da Seleção Brasileira, e esposa ficam feridos após carro capotar no Paraná

 

Foto: PRF

O ex-técnico da Seleção Brasileira, Dunga, e a esposa dele, ficaram feridos após o carro em que estavam capotar neste sábado (13) na BR-116, em Campina Grande do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC).

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente foi registrado no km 39, perto de 12h30, após o veículo sair da rodovia.

A PRF informou que os dois tiveram ferimentos leves e estavam conscientes durante o atendimento.

Ainda conforme a PRF, o casal foi levado ao Hospital Angelina Caron, em Campina Grande do Sul. Os policiais fizeram teste de bafômetro nas vítimas e o resultado foi negativo.

g1

12 MILHÕES DE MAÇOS: PF e PM-SP realizam maior apreensão de cigarros contrabandeados da história do país

 

Foto: divulgação/PF

A Polícia Federal (PF) e a Polícia Militar (PM) do estado de São Paulo realizaram na manhã deste sábado (13) a apreensão de 12 milhões de maços de cigarros contrabandeados.

De acordo com a PF, esta é considerada a maior apreensão de cigarros contrabandeados da história do país. Os produtos foram encontrados em um galpão no bairro da Liberdade, região central da cidade de São Paulo.

A apreensão equivale a 20 carretas lotadas e será encaminhada para incineração, informou a PF. Os envolvidos na prática criminosa não foram identificados, e as apurações seguem.

Cultura

CARTA DE VINÍCIUS DE MORAES PARA TOM JOBIM

 


" Caro Tonzinho, estou em Paris, num hotel com sacada sobre uma praça, que dá para toda solidão do mundo e diz: Procura-se um amigo. Não precisa ser homem, basta ser humano, ter sentimento, ter coração. Precisa saber falar e saber calar no momento certo. Sobretudo ouvir.

Deve gostar de poesia, da madrugada, de pássaros, do sol, da lua, do canto dos ventos e do murmúrio das brisas. Deve sentir amor, um grande amor por alguém, ou sentir falta de não tê-lo. Deve amar o próximo e respeitar a dor alheia. Deve guardar segredo sem sacrifício. Não precisa ser puro, nem totalmente impuro, porém não deve ser vulgar. Deve ter um ideal e sentir medo de perde-lo. Se não for assim, deve perceber o grande vazio que isso deixa. Precisa ter qualidades humanas. Sua principal meta deve ser a de ser amigo. Deve sentir piedade pelas pessoas tristes e compreender a solidão. Que ele goste de crianças. Lastime as que não poderam nascer e as que não poderam viver. Que goste dos mesmos gostos. Que se emocione. Quando chamado de amigo. Que saiba conversar sobre coisas sim e de recordações da infância. Precisa-se de um amigo para se contar o que se viu de belo e triste durante o dia, das realizações dos sonhos e da realidade. Deve gostar de ruas desertas, de poças d"água, de beira de estrada, do cheiro da chuva e de se deitar no capim orvalhado. Precisa-se de um amigo que diga que a vida vale a pena, não porque é bela, mas porque ja tem um amigo. Deve ter um ideal e medo de perde-lo. Deve ser Dom Quixote sem contudo desprezar Sancho. Precisa-se de um amigo para ter consciência de que ainda se vive". Face-b/CHICO TORQUATO

sexta-feira, julho 12

Halterofilista potiguar é convocada para Jogos de Paris

 

Foto: Divulgação

O Comitê Paralímpico Brasileiro divulgou nesta quinta (11) a segunda lista dos paratletas convocados para Paris 2024. E entre os 147 nomes de 9 modalidades, está a única halterofilista potiguar nos Jogos. Maria Rizonaide garantiu a vaga para a primeira Paralimpíada de sua carreira. Aos 42 anos, a atleta da Sadef (Sociedade Amigos do Deficiente Físico do RN), natural de Santo Antônio, começou no paradesporto em 2011, a convite de outro atleta da associação.

Em 2015, se destacou como melhor atleta do RN na modalidade, após o ouro no Parapan do Canadá. De lá para cá, foram muitas conquistas que a colocaram sempre em posição de destaque no ranking mundial. Foi ouro no Open das Américas nos EUA, em 2022; ouro na Copa do Mundo de Dubai no mesmo ano; prata no Parapan de Santiago 2023.

Este ano, Rizonaide foi bronze na etapa de Dubai da Copa do Mundo de halterofilismo. E na etapa de Tbilisi, na Geórgia, no mês passado, a atleta de apenas 47 kg levantou incríveis 106 quilos. Foi a melhor marca da carreira e fundamental no caminho até Paris. “Estou feliz demais, é a realização de um sonho que eu tenho desde que comecei no Halterofilismo. E o resultado de muito esforço e muito treino nos últimos anos”, diz a atleta que tem nanismo, trabalha como representante comercial de empresas de cosméticos e já foi empregada doméstica e babá.

Na França, Rizonaide terá a companhia de Carlos Williams, técnico da Sadef e da Seleção, também convocado hoje. “Ir a Paris com meu técnico do lado me deixa ainda mais confiante. Temos uma sintonia muito boa, ele me acompanha desde que comecei a treinar”, diz ela. Os dois se apresentam para os Jogos no dia 18 de agosto, para um período de treinos no CT Paralímpico em SP. Os Jogos de Paris acontecem entre 28 de agosto e 8 de setembro.

A delegação brasileira já conta com 271 participantes em Paris. Essa já é a maior delegação brasileira convocada para uma edição dos Jogos fora do Brasil.

Novo Notícias

Juiz nega soltura e dá prazo para alegações finais no julgamento de Wendel Lagartixa

 

Foto: Reprodução

A audiência de instrução no processo criminal na Bahia contra o policial reformado Wendel Fagner Cortez, conhecido como Lagartixa, ocorreu na tarde desta quinta-feira (11), no Fórum João Mangabeira, em Vitória da Conquista/BA. O julgamento, no entanto, ainda não ocorreu. Isso porque o juiz Leonardo Coelho Bomfim deu prazo para as partes apresentarem, via memoriais, as alegações finais. Na audiência, a defesa de Lagartixa pediu a revogação da prisão preventiva, mas a soltura dele foi negada.

Na audiência, foram ouvidos os policiais rodoviários federais que participaram da abordagem ao carro onde estava o PM reformado, como testemunhas de acusação. As testemunhas de defesa foram as pessoas que estavam no carro com Lagartixa (Felipe Feliciano de Almeida [irmão], Raysandro dos Santos Cortez [sobrinho] e João Belarmino de Souza Filho [amigo]). Por último, o réu foi interrogado.

Wendel Lagartixa virou réu por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e fraude processual. Ele está custodiado em uma unidade militar de Salvador/BA, de onde participou da audiência de instrução por meio de videoconferência.

A defesa de Wendel Lagartixa solicitou a revogação da prisão preventiva do réu. Os advogados lembraram que a cautelar, sob fundamento da garantia da ordem pública, foi dada após um relatório técnico fornecido pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) que apontava inúmeras ações penais. Como argumento, eles citaram casos em que ele foi absolvido.

Os promotores do Ministério Público da Bahia (MPBA) no caso opinaram pela manutenção da prisão preventiva por Wendel Lagartixa ser reincidente no crime de porte ilegal de arma de fogo, já tendo sido condenado em duas oportunidades. Essa foi a linha seguida pelo juiz.

“Encerrado a instrução processual penal verifica-se que não houve alteração do quadro fático jurídico para encerrar a revogação da prisão preventiva. Essa foi decretada tendo por fundamento a periculosidade do réu demonstrado nos autos, sendo o mesmo reincidente, conforme manifestação ministerial acima”, decidiu o magistrado Leonardo Coelho Bomfim.

O juiz deu prazo de cinco dias para a acusação e a defesa apresentarem as alegações finais, respectivamente. O tempo para os promotores do MPBA já começou a contar nesta quinta e segue até a próxima terça-feira (16)

Já o prazo para a defesa iniciando se inicia na próxima quarta-feira (17) e finda no dia 22 de julho.

Tribuna  do Norte

Avião soviético com quase 60 anos deve pousar no Aeroporto de Natal neste sábado

 

Foto: Sebastian Sowa/Jetphotos

Um avião soviético, com 58 anos de idade, deverá pousar no Aeroporto de Natal na tarde deste sábado (13). De acordo com a Zurich Airport Brasil, que administra o terminal, a chegada da aeronave, um Antonov An-12B de quatro motores turboélice, está prevista para as 14h30. No entanto, o horário pode sofrer alteração.

Segundo a programação, o avião deve chegar ao Aeroporto Internacional Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante, após sair do Aeroporto de Caiena, capital da Guiana Francesa. A saída da aeronave de Natal está prevista para o domingo (14), às 09h, com destino a Monróvia, capital da Libéria.

A Zurich Airport Brasil detalhou que o pouso no Aeroporto de Natal é motivado por uma escala técnica para abastecimento e descanso da tripulação. O avião deverá o An-12B, de matrícula UR-CEZ, com 58 anos de idade, e pertecente à Cavok Air, da Ucrânia.

A aeronave saiu de Houston, nos Estados Unidos, na manhã de quinta-feira (11), com destino a Santo Domingo, na República Dominicana. Às 10 horas da manhã desta sexta-feira (12), o avião partiu com destino a Caiena, devendo ser a última parada até chegar a Natal.

Portal da Tropical

Inclusão da carne na cesta básica de alíquota zero pode deixar Brasil com maior imposto do mundo

 

Foto: Reprodução

A eventual inclusão de proteína animal na cesta básica a partir da reforma tributária tem o potencial de elevar a alíquota padrão do IVA (Imposto sobre Valor Agregado) dual em 0,53 ponto percentual, segundo o ministro da Fazenda, Fernando Haddad. Com isso, passaria de 26,5% para 27%.

Ao entrar na cesta básica, as carnes passariam a ter isenção. A mudança faria com que o tributo brasileiro sobre o consumo se tornasse o maior do mundo.

O país ficaria ao menos empatado com a Hungria, cuja taxa é de 27%.

Por ser um imposto não cumulativo, o IVA permite a recuperação de crédito. Assim, a alíquota efetiva pode ser menor.

Roberto Giannetti da Fonseca, ex-secretário-executivo da Camex (Câmara de Comércio Exterior) e ex-diretor da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), contesta os dados apresentados pelo governo quanto ao impacto da isenção da proteína animal sobre o IVA (Imposto sobre Valor Agregado) padrão. De acordo com o economista, a elevação sobre a alíquota seria de 0,2 ponto percentual –menor do que a projetada pelo governo (0,57 p.p.).

Há discussão sobre o real impacto sobre o IVA ao zerar a tributação das carnes. A FPA (Frente Parlamentar da Agropecuária) defende a isenção para o produto. O grupo sustenta que o potencial de elevar o novo imposto é de 0,2 ponto percentual –menor do que o projetado pelo governo.

Já a estimativa do Banco Mundial é de 0,57 p.p e já foi utilizada pelo secretário Bernard Appy (Reforma Tributária) para justificar a ausência da cesta básica nacional.

Fonte: Poder 360

Ex-diretor da Abin diz que áudio encontrado pela PF reforça que não houve interferência no processo de Flávio Bolsonaro

 

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O ex-diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Alexandre Ramagem(PL) afirmou que o áudio clandestino de uma reunião entre o ex-presidente Jair Bolsonaro(PL) e o ex-ministro chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, só reforça que não houve “interferência ou influência em processo vinculado ao senador Flávio Bolsonaro”, sendo a demanda resolvida “exclusivamente em instância judicial”.

Em uma postagem no X, Ramagem afirma que a menção a gravação no relatório da Polícia Federal encaminhado ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), destaca a “defesa do devido processo, apuração administrativa, providência prevista em lei para qualquer caso de desvio de conduta funcional”.

Ramagem se refere a um áudio captado em uma reunião realizada no Palácio do Planalto, em 25 de agosto de 2020, em que foram discutidas supostas irregularidades cometidas por auditores da Receita Federal na elaboração de um relatório de inteligência fiscal que originou o inquérito contra o filho 01 do então presidente no caso das “rachadinhas”.

O arquivo esteva em seu computador, foi apreendido pela PF em 24 de janeiro deste ano, e compõe o inquérito que apura o monitoramento ilegal realizado pela Abin durante a gestão de Bolsonaro. A mídia deverá passar por uma perícia no Instituto Nacional de Criminalística (INC) para ser transcrita a íntegra da reunião, de 1h e 8 minutos de duração, inclusive quando há sobreposição de vozes.

“Após as informações da última operação da PF, fica claro que desprezam os fins de uma investigação, apenas para levar à imprensa ilações e rasas conjecturas. O tal do sistema first mile, que outras 30 instituições também adquiriam, parece ter ficado de lado. A aquisição foi regular, com parecer da AGU, e nossa gestão foi a única a fazer os controles devidos, exonerando servidores e encaminhando possível desvio de uso para corregedoria. A PF quer, mas não há como vincular o uso da ferramenta pela direção-geral da Abin”, escreveu Ramagem.

Como O GLOBO mostrou, na reunião, também estavam presentes advogadas de Flávio Bolsonaro, que citaram estratégias defensivas que pretendiam adotar. Nas redes sociais, o senador negou envolvimento com a chamada “Abin paralela” e disse ser vítima de “criminosos que acessaram ilegalmente” os seus dados sigilosos na Receita Federal.

Durante a gravação, Ramagem afirmou que “seria necessário a instauração de procedimento administrativo” contra os auditores “visando anular a investigação, bem como retirar alguns auditores de seus respectivos cargos”.

“Trazem lista de autoridades judiciais e legislativas para criar alvoroço. Dizem monitoradas, mas, na verdade, não. Não se encontram em first mile ou interceptação alguma. Estão em conversas de WhatsApp, informações alheias, impressões pessoais de outros investigados, mas nunca em relatório oficial contrário à legalidade”, ressaltou o ex-diretor-geral da Abin, no X.

O relatório da PF ainda aponta que integrantes da chamada “Abin paralela” tentaram levantar “podres e relações políticas” dos auditores da Receita. O suposto desvio de verba pública – a chamada “rachadinha” – teria ocorrido no gabinete de Flávio, quando ele era deputado estadual na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

As diligências contra os auditores “ao que indicam os vestígios foram determinadas pelo delegado Alexandre Ramagem”, diz o relatório da PF. Os investigadores interceptaram conversas de integrantes da ‘Abin Paralela’ falando sobre achar “podres”, “dívidas tributárias”, “ver redes sociais de esposa” dos servidores da Receita.

“A PGR não foi favorável às prisões da operação, mas a Justiça desconsiderou a manifestação. Houve finalmente indicação de que serei ouvido na PF, a fim de buscar instrução devida e desconstrução de toda e qualquer narrativa. No Brasil, nunca será fácil uma pré-campanha da nossa oposição. Continuamos no objetivo de legitimamente mudar para melhor a cidade do Rio de Janeiro”, pontou Ramagem, na postagem.

Fonte: O Globo

Governo vai ‘lutar’ no Senado para incluir armas na lista do ‘imposto do pecado’, diz Haddad

 

Foto: Brenno Carvalho/Agência O Globo

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, disse nesta sexta-feira que o governo vai atuar junto ao Senado Federal para incluir armas de fogo na lista do Imposto seletivo, o chamado “imposto do pecado”, a taxa extra para itens prejudiciais à saúde ou ao meio ambiente.

— Vamos lutar no Senado para um volte com o imposto seletivo às armas — disse o ministro.

O vice-presidente Geraldo Alckmin também se manifestou a favor da inclusão das armas no Imposto Seletivo. No projeto aprovado na Câmara, itens como cigarro, refrigerante, mineração, petróleo e carro elétrico serão sobretaxados. Alckmin elogiou a inclusão da carne na cesta básica, isenta de imposto, mas criticou o fato de armas terem ficado de fora do “imposto do pecado”.

— Eu sempre entendo que você deve beneficiar mais a população mais pobre através do Imposto de Renda. O imposto de Renda deve ser sempre o fator mais importante de justiça de natureza tributária. Você colocar comida na cesta básica não é ruim. O ruim é você tirar do seletivo arma — afirmou Alckmin nesta sexta-feira durante evento do Sebrae sobre o Brasil Mais Produtivo.

Na votação da Reforma Tributária na Câmara, foi derrubado um destaque do PSOL que pedia a inclusão formal do setor na taxação adicional. Assim, na prática, as armas terão imposto reduzido em relação ao que é cobrado hoje. De uma carga tributária atualmente em torno de 80%, elas seguiriam a alíquota-padrão, estimada em 26,5%.

Ao ser perguntado sobre a inclusão da carne na cesta básica, isenta de impostos, Haddad evitou dizer quem apadrinhou a proposta – o governo ou a oposição, sobretudo o PL, que foi contra a reforma, mas apresentou o destaque para zerar o imposto do produto.

A carne não foi o único item incluído de última hora na cesta básica. Entraram também na lista de produtos isentos de impostos queijos, como muçarela, prato e minas, o que não constava no texto original, e sal. Além disso, outros produtos alimentícios tiveram sua alíquota reduzida, como salmão e atum.

Embora o presidente Lula tenha defendido publicamente que proteínas animais tivessem impostos zerados, a Fazenda sustentava que o aumento do alcance do mecanismo de devolução de impostos aos mais pobres — conhecido como “cashback” — poderia trazer ganhos mais relevantes à essa parcela da população.

Em evento realizado nesta sexta-feira pela Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), Haddad também comentou que todas as exceções prejudicam o projeto da Reforma.

Segundo o ministro, se desconsiderados os itens com imposto zerado, o Imposto sobre Valor Agregado (IVA) poderia cair a 21%. Atualmente, esse percentual é estimado em 26,5%.

Com o novo sistema de regras, cinco impostos — PIS, Cofins, IPI, ISS e ICMS — gradualmente serão substituídos pelos futuros Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS) e Imposto sobre Bens e Serviços (IBS), que juntos formam o IVA.

— A Fazenda manda aquilo (o projeto) que tecnicamente é mais responsável, e toda exceção, de certa maneira, acaba prejudicando a Reforma Tributária. Temos três formas de diminuir a alíquota-padrão. Uma é não ter exceção. (Com isso) A alíquota padrão seria de 21%. A segunda é combater a sonegação. Digitalizando o sistema, tornando mais transparente, fazendo IVA não cumulativo. E a terceira é o que a OCDE fez. Para diminuir o imposto sobre o consumo, aumentou o imposto sobre a renda, que é uma coisa que estará na mão do Congresso fazer nos dois próximos anos.

Haddad ressaltou ainda que atualmente não há incidência de PIS/Cofins sobre as carnes. Como alguns estados cobram impostos estaduais sobre esses produtos, disse, o embate sobre incluir ou não proteínas animais no rol de itens desonerados seria de natureza federativa.

— A União não cobra PIS/Cofins de carne, mas os estados cobram um pouquinho. A questão verdadeira era a federativa, se os estados iam passar a não cobrar ou não.

O Globo

ESSE PASSADO SUJO, CARNAUBAIS NÃO QUER MAIS NÃO!


 

ESSE SIM TEM O CHEIRO DO POVO DE CARNAUBAIS, O NOSSO PRÉ-CANDIDATO A PREFEITO DR. GLEIDSON BENEVIDES!

 


NOSSO POVO NÃO É BESTA DE CAIR NOVAMENTE COM ESSE FALSO PROFETA!

 


Anvisa aprova projeto-piloto para bula digital de medicamentos

 

Foto: Marcelo Casal Jr/Agência Brasil

A diretoria colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta quarta-feira (10) o projeto-piloto para implementação da bula digital de medicamentos no Brasil. A proposta é que seja incluído nas embalagens de medicamentos específicos um código de barras bidimensional (QR Code) para leitura rápida.

O projeto terá vigência até 31 de dezembro de 2026. As informações coletadas e monitoradas durante o período, segundo a Anvisa, devem servir como subsídio para futura regulamentação definitiva da bula digital.

Em seu voto, o relator diretor Daniel Pereira avaliou que a proposta de implementação da bula digital no Brasil caminha na direção da modernização e da transformação digital no setor da saúde e está alinhada com a tendência mundial.

“Constitui o primeiro passo para que se inicie a transição da informação sobre medicamentos em papel para a eletrônica, e gerando uma oportunidade para aprimorar a acessibilidade e personalização das informações de saúde”, disse.

Entenda

Além de direcionar o usuário para a bula digital do medicamento, o QR Code disponibilizado nas embalagens dos medicamentos também vai permitir o acesso a informações adicionais, como vídeos e outras instruções que ajudem no uso adequado do remédio.

Nesse primeiro momento, a bula digital será permitida para os seguintes tipos de medicamentos:

– embalagens de amostras grátis de medicamentos: a entrega das amostras grátis só pode ser feita pelo profissional de saúde ao paciente durante consulta, com a devida prescrição de uso e orientações pertinentes a cada tratamento;

– medicamentos com destinação a estabelecimentos de saúde, exceto farmácias e drogarias: de venda permitida em hospitais, clínicas, ambulatórios e serviços de atenção domiciliar, por exemplo, foram selecionados por serem utilizados sob supervisão de profissionais de saúde;

– Medicamento Isento de Prescrição (MIP), comercializados em embalagens múltiplas: são produtos de baixo risco e que atualmente a legislação já permite que sejam disponibilizados nas gôndolas das farmácias, em embalagens primárias (por exemplo, blister), sem o acompanhamento de bulas. Caso o consumidor queira a bula física, pode solicitar ao estabelecimento;

– medicamentos com destinação governamental, acondicionados em embalagens que contenham as marcas governamentais próprias do Ministério da Saúde: a legislação vigente já isenta, em grande parte, a obrigatoriedade de bulas impressas nas embalagens. Da mesma forma que os MIP, já existe redução considerável na disponibilização de bula física.

Bula impressa

Em nota, a Anvisa reforçou que, mesmo nos casos em que a implementação da bula digital passa a ser permitida, as bulas impressas devem ser oferecidas caso sejam solicitadas por pacientes ou profissionais de saúde.

A norma aprovada prevê também que estabelecimentos que comercializam medicamentos informem aos consumidores, por meio de comunicação visual, a possibilidade de solicitar a bula impressa, com a seguinte frase: “Atenção: Este estabelecimento dispensa medicamentos com bula digital! Você pode acessá-la online. Caso prefira, solicite a bula impressa a um de nossos atendentes”.

Consulta pública

A discussão sobre bula digital surgiu a partir da publicação da Lei 14.338/22, que determina que a autoridade sanitária pode definir quais medicamentos terão apenas um formato de bula.

A proposta aprovada nesta quarta-feira pela Anvisa passou por consulta pública entre dezembro de 2023 e março de 2024.

Fonte: Agência Brasil

RN: alta do varejo até maio é 10 vezes maior que em 2023

 


Foto: Adriano Abreu

O Rio Grande do Norte registrou crescimento no varejo ampliado pelo quinto mês consecutivo. Em dados divulgados, nesta quinta-feira (11), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o setor teve um aumento de 7,4% em maio deste ano, comparado ao mesmo período de 2023, quando houve queda de 1,1%.

Com este resultado, o RN ficou acima da média nacional, que teve alta mensal de 5%. Além disso, os dados divulgados pelo IBGE mostram que, no acumulado de janeiro a maio deste ano, o resultado (6,8% de crescimento) é 10 vezes superior ao registrado nos primeiros cinco meses de 2023, quando o comércio varejista ampliado cresceu 0,6%.

Dentre as atividades do varejo ampliado com desempenho positivo, destacam-se os setores de hipermercados e supermercados (+10,5%), artigos farmacêuticos e de perfumaria (+13,6%), e veículos e peças (+10,6%).

Em maio, o setor do comércio do RN recuperou mais de 400 vagas formais de emprego. De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), no acumulado do ano, o segmento já gerou cerca de sete vezes mais carteiras de trabalho assinadas, em comparação ao mesmo período do ano passado. Em 2023, foram 183 vagas. Este ano, já são 1.253 postos de trabalho gerados.

Tribuna do Norte

PF acha dispositivos para roubar dados no prédio do INSS

 

Foto: Antonio Molina/Folhapress

A Polícia Federal descobriu dispositivos ilegais e clandestinos instalados em computadores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), em Brasília, com o objetivo de roubar dados dos equipamentos.

A informação foi inicialmente divulgada pelo Metrópoles e confirmada pela TV Globo.

Nenhum dado de beneficiário foi roubado, segundo a PF. Isso porque o sistema do INSS está criptografado desde maio.

Os dispositivos irregulares, conhecidos como chupa-cabras, foram encontrados em vários andares do prédio do INSS, inclusive no andar da Presidência.

A PF ainda está investigando e ainda não apresentou nomes ou suspeitas. Dentro do INSS, há a percepção de que alguém de dentro instalou os equipamentos recentemente.

g1

Morre Hélio Pignataro Neto, o “Hélio Show”, aos 44 anos; saiba informações do velório

 

Foto: Reprodução

Morreu na noite dessa quinta-feira (11) Hélio Pignataro Neto, conhecido como “Hélio Show”, aos 44 anos.

Ele estava na disputa de X1 durante a vaquejada de Currais Novos quando sofreu um ataque cardíaco ainda na pista do evento. Chegou a ser socorrido, mas não resistiu.

Segundo informações do Blog do Bagada, Hélio tinha acabado de “botar o boi” quando se sentiu mal. Amigos ainda chegaram a socorrer, mas ele faleceu.

Hélio era muito conhecido e querido no mundo da vaquejada.

O velório começa a partir das 10h no Morada da Paz, em Emaús, mesmo local em que acontece o sepultamento às 18h.

Foto: Reprodução

Com informações de Blog do Gustavo Negreiros

Feijão e carne aliviam bolso, enquanto batata, arroz e ovos puxam inflação do prato feito


Foto: Divulgação/Embrapa

O popular “PF”, ou prato feito, está custando mais caro para o brasileiro. Dos dez itens mais tradicionais do almoço do trabalhador, oito tiveram alta no primeiro semestre de 2024. O preço da batata inglesa, por exemplo, cresceu 55,79%, mais de 22 vezes o valor da inflação oficial do país (2,48%). Por outro lado, a alcatra registrou queda de 3,93% no período.

Os dados têm como base o resultado do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) de junho, divulgado nessa quarta-feira (10). O levantamento mostrou que, no acumulado dos últimos 12 meses, a taxa ficou em 4,23%, encostando no teto da meta estabelecida pelo governo, de 4,5%.

Liderando o ranking de vilões da inflação do prato feito, a batata inglesa registrou alta de 55,79% no primeiro semestre do ano. No acumulado dos últimos 12 meses, o item cresceu 69,9%, mais de 16 vezes o valor geral da inflação no período (4,23%). O grupo de tubérculos, raízes e legumes, ao qual pertence, teve alta de 36,5% em 2024.

Em segundo e terceiro lugar, fechando o trio mais caro da lista, outros dois itens do mesmo grupo. A cebola encareceu 33,86% no ano, enquanto o tomate teve alta de 28,6%. Nos últimos 12 meses, a expansão foi de 76,81% e 19,98%, respectivamente.

R7

Câmara aprova anistia para partidos que descumpriram cota racial


Foto: Mário Agra/Câmara dos Deputados

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (11/7) o texto-base da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 9/2023, que visa anistiar os partidos políticos que não destinaram recursos para candidaturas de pessoas negras e pardas nas eleições, sejam elas gerais ou municipais. O projeto foi aprovado em primeiro e segundo turnos. Na primeira votação, foram 344 votos favoráveis e 89 contrários; na segunda, 338 e 83, respectivamente.

Para ser aprovada, uma PEC precisa dos votos favoráveis de três quintos dos deputados em dois turnos de votação.

A matéria estava parada em uma comissão especial da Casa Legislativa, mas foi levada diretamente ao plenário. Foram contra a proposta as bancadas do PSol/Rede, do Novo, da minoria e da oposição.

Um ponto do texto determina que os partidos deverão destinar, obrigatoriamente, 30% do Fundo Especial de Financiamento de Campanha e do Fundo Partidário às candidaturas de pessoas pretas e pardas, mas a distribuição deve levar em consideração os interesses partidários.

Metrópoles

PRÉ-CANDIDATURA FORTE COM A FORÇA DO POVO

 

Dr. Gleudinho (PL) mostra a cada dia que tem fôlego para disputar a corrida eleitoral.

Desde o lançamento do seu nome, a cada dia vem recebendo apoios de famílias.

Nesta quinta-feira (11 de julho), entre outras adesões, registramos a família de Chico Rodrigues, da comunidade do Arraial.

A cada dia a pré-candidatura de Dr. Gleudinho se fortalece com a força do povo carnaubaense.


quinta-feira, julho 11

PENSAMENTO DA NOITE! NUNCA ENTRE EM DESESPERO, PORQUE O MAL NUNCA VENCE!

Até 2080, população de idosos no mundo será maior que a de menores de 18 anos

 

De acordo com um estudo das Nações Unidas divulgado nesta quinta-feira, a década de 2080 marcará a mudança de uma era na demografia mundial. Até lá, projeções apontam que a população global atingirá seu pico com 10,3 bilhões de habitantes e o número de idosos (65+) será superior que o de menores de 18 anos — cenário que desafiará as estruturas de seguridade social dos países.

Há uma década, as previsões da ONU indicavam que o pico populacional do planeta aconteceria mais tarde e seria ainda maior, mas os baixos índices de fertilidade ao redor do mundo adiantaram o processo e diminuíram seu tamanho. Estima-se que, já em meados dos anos 2030, o número de pessoas com mais de 80 anos será maior que o de bebês com menos de 1 ano.

“O pico mais cedo e mais baixo é um sinal de esperança”, afirma Li Junhua, subsecretário-geral de Assuntos Econômicos e Sociais da ONU, em comunicado. “Isso pode significar uma redução das pressões ambientais decorrentes dos impactos humanos devido ao menor consumo agregado. Entretanto, um crescimento populacional mais lento não eliminará a necessidade de reduzir o impacto médio atribuível às atividades de cada pessoa.”

Nascimentos em queda

Segundo o estudo, hoje as mulheres têm em média um filho a menos do que tinham nos anos 1990. Em mais da metade dos países, a média de nascimentos está abaixo de 2,1, considerado o nível necessário para que a população consiga manter seu tamanho sem precisar da imigração. Em quase um quinto das nações, a taxa de fertilidade é de 1,4, classificada como “ultrabaixa” — entre elas, Itália, Espanha, China e Coreia do Sul.

“O cenário demográfico evoluiu muito nos últimos anos”, aponta Junhua. “Em alguns países, a taxa de natalidade está ainda mais baixa agora do que o previsto anteriormente, e também estamos observando declínios um pouco mais rápidos em algumas regiões de alta fertilidade.”

A edição deste ano do relatório “Perspectivas para a população mundial”, realizado desde 1951 pelas Nações Unidas, aponta que uma em cada quatro pessoas no mundo vive em um país que já atingiu o seu pico populacional. Isso corresponde, mais precisamente, a 28% da população mundial, espalhada em 63 nações que incluem China, Alemanha, Rússia e Japão. Nesse grupo de países, o número de habitantes diminuirá até 14% nos próximos 30 anos.

Impacto no Brasil

O Brasil será um dos próximos a ter de encarar de frente essa transformação demográfica. O estudo inclui o país no grupo cuja população poderá atingir seu pico já a partir do ano que vem. A projeção dialoga com os resultados do último censo, no qual descobriu-se que a população brasileira era menor do que o previsto anteriormente pelo IBGE e registrou, na última década, o menor crescimento da História. Além do Brasil, nações como Turquia, Irã e Vietnã também devem chegar ao seu auge entre 2025 e 2054.

O Globo